Image alt

No início do século XX, a fome fez sair os pescadores da Praia da Vieira, em Leiria, em busca do sustento que as condições do mar alteroso não lhes ofereciam durante o Inverno. Subiram o rio Tejo e encontraram esta zona repleta de peixe.


Primeiramente, vinham aqui apenas sazonalmente, permanecendo nos seus barcos. Mais tarde, fixaram-se nesta região com as suas famílias, tendo trocado definitivamente a pesca marítima pela fluvial.
Os proprietários das terras da borda d’Água autorizaram-nos a estabelecer-se, margens do Tejo, tendo estes começado a construir aqui as suas primeiras barracas de madeira em cima de estacas (palafitas), cobrindo-as com palhas de caniço. As estacas que já usavam nas dunas junto ao mar, serviam-lhes agora para impedir que as cheias do rio atingissem as suas casas.